LIVE
SEARCH

DUE

SHOWS

ORLA brings monthly curated sessions of sound and visuals, built upon connections across media, artists, peoples and ideas. Poetry for your eyes and ears.
ORLA traz sessões mensais com curadoria de sons e visuais, construídas a partir de conexões entre mídias, artistas, pessoas e ideias. Poesia para seus olhos e ouvidos.

FIND MORE
https://www.mixcloud.com/widget/iframe/?hide_cover=1&mini=1&light=1&feed=%2Fveneno_live%2Forla-due-16th-may-20%2F
DUE

ORLA brings monthly curated sessions of sound and visuals, built upon connections across media, artists, peoples and ideas. Poetry for your eyes and ears.
ORLA traz sessões mensais com curadoria de sons e visuais, construídas a partir de conexões entre mídias, artistas, pessoas e ideias. Poesia para seus olhos e ouvidos.

INFO
É com enorme prazer que anunciamos ORLA, o mais novo programa mensal da Veneno. Aqui o foco é a curadorias de exibições com conexões entre artistas da imagem e do som que potencializam aproximações entre pessoas e fluxo de ideias.

Para a estreia, quem fica encarregado dos visuais é Modular Dreams, criado pelos vídeo artistas Priscilla Cesarino e Danilo Barros. Seus trabalhos exploram a imagem eletrônica criada de forma analógica. A eletricidade, como material bruto, é manipulada por eles através de vídeo sintetizadores, gerando vídeos com cores, formas e movimentos luminosos incapazes de serem originados digitalmente.

No comando da música Patrícia Vasconcelos aka DUE, conhecida pelos DJ sets espontâneos e envolventes, conduzidos com sensibilidade, muito groove e batidas marcantes. Ao seu lado Max Underson, grande pesquisador musical desde os anos 90, seu estilo único e refinado fixou a sua presença no cenário da música eletrônica nacional. Fechando a tríade sonora da noite, Bruno Conte, habitué do underground paulistano, seus sets refletem sensações e sentimentos que aglutinou durante suas experiências nas pistas.

1- O que levou a criar o ORLA?
Orla surge de uma necessidade de ver e ouvir interações artísticas neste momento onde todos estão em isolamento social e visa transmitir diálogos entre artistas de diferentes mídias.

2- Existe alguma linha estética específica para o programa?
Específico mesmo será apenas a interação entre os artistas, podendo haver as diversas vertentes eletrônicas conversando com diferentes expressões visuais, e vice-versa.

3- Como será o processo de seleção de cada um dos artistas visuais e sonoros?
A curadoria especial nasce de uma ampla pesquisa, de olhares contemporâneos em cima da produção visual que está sendo criada atualmente e nas diferentes identidades de DJs que traduzem a trilha sonora deste período.
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.